PublicidadePublicidade

Que lugares de Anápolis conversam com você?

Professor Marcos Professor Marcos -
Parque da Liberdade, em Anápolis. (Foto: Claudiomir Gonçalves/Anápolis na Rede)

Você sabe onde é o Bairro Itororó? Já tomou um café na Vila Harmonia? Já subiu a ladeira da Vila União? Já fotografou as igrejas de Miranápolis? E o Morro da Capuava? Já fez suas preces por lá?

No Copacabana tomou um cerveja no Zé Ket? Desceu a Avenida Central do Jandaia pra comer churrasquinho na feira.

Descendo a Goiás experimentou o peixe no Bar do Jibóia? Já frequentou a Catedral das Assembleias? Ou visitou a tenda do Pai Katrajatá? Bar da Loira ou Pamonharia do Olivério?

PublicidadePublicidade

Anápolis tem uma variedade de universos, locais, espaços criativos que desdobram e permeiam a imaginação da população. Toda essa imensidão permite aos anapolinos desfrutar das maiores possibilidades para construir sua vida e sua história.

Ao completar 114 anos, quero cumprimentar o povo anônimo que constrói essa cidade todos os dias. Quero dizer que cada carpinteiro, pedreiro, construtor, gari somou esforços para consolidar essa cidade.

Anápolis das esfirras árabes, das cervejas artesanais do GoBrew, dos forrós que atraem idosos de todas as idades. Anápolis é a terra de Santana das Antas, que preferiu ficar aqui numa capelinha que se tornou uma matriz belíssima, franciscana e suntuosa ao mesmo tempo.

Marcos Carvalho é professor, psicólogo e servidor público federal. Atualmente vereador em Anápolis pelo Partido dos Trabalhadores. Escreve todas às terças-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade