PublicidadePublicidade

Conselho Tutelar toma medida urgente após meninas revelarem que foram estupradas dentro de casa em Anápolis

PM foi chamada para prestar todo apoio necessário e caso será encaminhado à Polícia Civil

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Uma conselheira tutelar precisou pedir apoio da Polícia Militar (PM) para dar prosseguimento à uma ocorrência na casa de um suspeito de estupro, na tarde desta quinta-feira (05).

O objetivo da ação na residência, que está localizada em um bairro da região Oeste de Anápolis, era realizar a mudança da mãe e as duas filhas, ambas adolescentes.

O homem, que tem 43 anos, é o atual companheiro da mulher e padrasto das meninas.

Ele foi apontado pelas garotas como autor de episódios de estupro e ainda teria feitos ameaças, especialmente após o anúncio da mudança.

Por esses fatores, a PM ofereceu apoio durante todo o processo de retirada de móveis e demais propriedades das vítimas.

O caso agora será conduzido pela Polícia Civil, que realizará entrevistas e investigações mais profundas acerca do caso.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade