PublicidadePublicidade

Lançada em Anápolis, Brigada Rural vai ajudar a combater incêndios durante a seca no estado

Iniciativa é do Estado e conta com a participação de várias entidades, inclusive a Enel, que atuará nos locais para evitar interrupções de energia elétrica

Rafaella Soares Rafaella Soares -
Lançamento da Brigada Rural, em Anápolis. (Foto: Rafaella Soares / Portal 6)

Foi lançado na manhã desta quarta-feira (18), durante solenidade no Sindicato Rural de Anápolis, a Brigada Rural, uma iniciativa que tem objetivo de promover ações integradas para enfrentar as queimadas em Goiás neste período de seca.

Em entrevista coletiva, o Secretário de Agricultura, Tiago Mendonça, afirmou que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) promoverá uma capacitação para que os produtores saibam o que fazer em casos de incêndios. A medida é importante para proteção da natureza e preservação das propriedades.

“O governador Ronaldo Caiado nos pediu e a secretaria criou um comitê onde temos todas as entidades incumbidas para que a gente tenha um combate a incêndio eficaz. Antigamente, cada um trabalhava separadamente e não tínhamos treinamento de pessoas. Então, vamos treinar o produtor rural e levar orientações dos bombeiros, para que quando surjam focos, eles saibam o que fazer e como fazer”, explicou.

“Essa rapidez fará toda diferença e vai reduzir os prejuízos causados à nossa Fauna e Flora, e os prejuízos econômicos causados no meio rural. Também vamos monitorar a região e cadastrar produtores com tanques de água e tratores para que possam agir de imediato. Em um ano com o maior número de focos de incêndio, os bombeiros não têm condições de chegar em cada um, mas com organização, os produtores vão saber o que fazer. Os bombeiros serão os principais coordenadores dessas ações”, acrescentou.

Secretário de Agricultura, Tiago Mendonça, falou com a imprensa sobre a Brigada Rural. (Foto: Rafaella Soares / Portal 6)

Também estiveram presentes no evento de lançamento da Brigada Rural representantes da Enel Goiás, que integra o Comitê para promover medidas que combatam e previnam os danos causados pelo fogo nas redes elétricas.

“Essa integração vai ajudar muito para que a Enel atue nos momentos de queimada. As vezes o fogo é tão intenso que as equipes ficam impedidas de fazer a manutenção. Se a informação chega mais rápido, se consegue controlar o incêndio e a Enel restabelece o fornecimento com mais agilidade. Também temos as ações preventivas, para limpar as áreas com podas e retiradas de vegetação das proximidades das redes”, afirmou Marcelo Mundim, responsável pela Regional Anápolis da companhia.

A empresa, inclusive, doou um tablet para o Sindicato Rural, para que os produtores da região tenham acesso rápido aos atendimentos  da Enel caso enfrentem dificuldades com sinal de celular e internet.

Participaram ainda da solenidade o comandante do Corpo de Bombeiros de Anápolis, tenente-coronel Altieri, o comandante do Batalhão Rural da Polícia Militar, tenente-coronel Carvalho, o deputado estadual Amilton Filho (Solidariedade), a titular da Delegacia de Combate Crimes Rurais e Divisas, Rafaela Azzi, e autoridades do Sindicato Rural de Anápolis.

Ao final, uma simulação foi realizada às margens da BR-153 para mostrar como deverá ser a atuação da Brigada Rural em casos de incêndios. Veja:

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade