PublicidadePublicidade

Morre motorista da Urban que teve 80% do corpo queimado em atentado no terminal

Ele, que estava internado no HUGOL, chegou a apresentar melhoras no quadro clínico

Matheus Brandão Matheus Brandão -
Momento do atentado (Foto: Reprodução)

Faleceu neste domingo (12) o motorista da Urban Walisson Barboza dos Santos, de 35 anos.

Ele estava internado na UTI do Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL), em Goiânia, desde o dia 02 de setembro.

No dia anterior, Walisson sofreu um atentado promovido por uma mulher com problemas mentais.

Ela entrou no ônibus, jogou álcool no corpo do motorista e ateou fogo.

Walisson, que teve 80% do corpo queimado, foi rapidamente socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis (HEANA).

Já a mulher não conseguiu fugir e está presa no Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade