PublicidadePublicidade

5 mudanças de comportamento que mostram que seu gato está solitário

Apego excessivo, hiperatividade e depressão são um dos indícios de que seu gato está precisando de atenção

Anna Júlia Steckelberg -
5 mudanças de comportamento que mostram que seu gato está solitário
(Foto: Reprodução/Equilíbrio Total Alimentos)

O gato é um animal misterioso. Se você for capaz de ganhar a confiança de um deles, parabéns, acaba de ter um companheiro muito leal. Por mais que carreguem algumas superstições negativas, os gatinhos são muito sociáveis e sentimentais.

Isso não significa que, ao deixar seu gato por algumas horas, ele terá depressão. Porém, que você deve dar a ele o tempo e a atenção de que necessita. Logo, se suas necessidades não forem atendidas, a solidão e o tédio podem se transformar em comportamentos complicados e até conflitantes.

Claro que isso depende de cada animal, como ele reage à solidão. Com isso, envolve quanta atenção precisa e como mostra que não se sente bem. Entretanto, foi identificado que quando um gato se senta sozinho tem 5 mudanças importantes no comportamento. Assim, hoje, o Portal 6 vai te mostrar quais são elas. Vamos lá:

PublicidadePublicidade
5 mudanças de comportamento que mostram que seu gato está solitário

(Foto: Reprodução/Pexels)

Hiperatividade

Muito comum em gatinhos mais jovens e naqueles que saíram da rua pela primeira vez, para morar em uma casa. Com isso, é fácil reconhecer a hiperatividade, porque parece que tudo está animado. Todavia, essa inquietude pode significar uma certa solidão. Consequentemente, ele busca formas de passar o tempo e chamar sua atenção.

Agressividade 

Essa característica é de fácil percepção. Se o seu gato começou de repente a coçar as superfícies da casa, se atacar as pessoas quando elas chegam ou saem de casa, pode ser um sinal de que não está recebendo atenção.

Existem 5 sinais físicos com os quais o seu gato mostra que está zangado, o mais fácil de reconhecer é o movimento da cauda e das orelhas para trás. Por outro lado, a agressividade também pode aparecer repentinamente devido a dores, doenças ou tumores. Como resultado, você deve estar ciente das mudanças gerais. Fique de olho!

Depressão

Basicamente, o sinal mais claro de depressão em gatos é o sono! Veja bem, quando um gato está deprimido, ele dorme ou descansa muito mais do que o normal. Ficam mais calmos, não brincam, mostram desinteresse pelas coisas que antes os atraíam. Logo, esse é um comportamento que pode se tornar um padrão quando eles não recebem atenção suficiente. 

Neste caso recomendamos uma consulta com um especialista.

Apego extremo

Se o seu gatinho estiver se sentindo solitário, ele fará o que puder para chamar sua atenção. Isso significa que ele irá persegui-lo até o banheiro. Além disso, acariciar-se entre suas pernas ou começar a miar assim que você sair do lado dele. Como resultado, esse comportamento pode se tornar muito problemático para a saúde mental do animal. Logo, é melhor que você procure maneiras de curar seu tédio. 

Falta de higiene

A falta de atenção pode refletir nos hábitos de higiene do seu gatinho. Geralmente, eles podem se recusar a usar suas caixas de areia e se acostumar a marcar outras partes da casa. 

A recomendação dos especialistas é nunca puni-los ou desafiá-los quando esse tipo de comportamento ocorre. Porque, são motivados por sentimentos mais complexos de solidão.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade