PublicidadePublicidade

Até 257 mil famílias de baixa renda podem ter energia elétrica cortada em Goiás

Famílias que não pagarem as contas podem sofrer com os efeitos da medida

Augusto Araújo -
Acaba prazo de benefício para que famílias de baixa renda não tenham energia cortada (Foto: Reprodução)

A partir desta sexta-feira (1º), 257 mil famílias de baixa renda podem ficar sem energia elétrica em Goiás.

Isso porque chegou ao fim o período de suspensão determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para que as distribuidoras não cortassem o fornecimento para pessoas que se encontram nessa situação socioeconômica.

Desse modo, a Enel Goiás possui liberdade para interromper a distribuição para famílias que não pagarem as contas no período determinado.

PublicidadePublicidade

A medida foi determinada em março deste ano e deveria durar até junho. Contudo, naquele mês, o prazo foi estendido até o dia 30 de setembro.

A justificativa da Aneel para a suspensão dos cortes de energia foi que essas populações mais vulneráveis economicamente sofrem de forma mais intensa os efeitos da pandemia de Covid-19.

“A resolução traz medidas protetivas que permitem suportar esse período da pandemia com a manutenção de um serviço que é essencial”, explicou em junho o diretor do órgão, Hélvio Guerra.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade