Homem tem condenação rara após soltar a cobra na cama para matar a esposa

Motivação foi descoberta após desconfiança por parta da família da vítima

Gabriella Licia -
Marido deixa cobra altamente venenosa na cama da esposa (Foto ilustrativa)

Um homem foi sentenciado nesta semana com a pena mais rara da Índia: prisão perpétua dupla.

O motivo? Ele foi acusado no ano de 2020 por matar a própria esposa de uma forma nada convencional.

O esposo soltou uma cobra altamente venenosa na cama em que a companheira dormia e ela foi picada pelo animal, morrendo em minutos.

O problema é que esta não foi a primeira vez que a mulher havia recebido uma picada de cobra.

Semanas antes da ocasião, o indiano havia deixado outro réptil venenoso para atacar a parceira. No dia da morte, a família contou que ela ainda estava se recuperando do primeiro trauma.

As suspeitas foram levantadas em razão da frequência de aparecimento de cobras e por causa do dote de casamento.

Agora, além de passar o resto dos dias na cadeia, sem direito a recorrer à liberdade, o assassino deverá pagar ainda uma multa no valor de 500 mil rúpias, aproximadamente de R$ 36,2 mil.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.