PublicidadePublicidade

Comurg é alvo de operação do MP que investiga fraudes em licitações e corrupção no órgão

Esquema envolveria o Sistema Simples Nacional, além de corrupção

Karina Ribeiro -
Imagem da fachada da Comurg, em Goiânia. (Foto: Divulgação)

Atualizada às 10h21 com posicionamento da Prefeitura de Goiânia

A manhã desta terça-feira (26) começou tumultuada na sede da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), em Goiânia.

O Ministério Público (MP) cumpre sete mandados de apreensão no local, além de endereços residenciais.

PublicidadePublicidade

A iniciativa é para elucidar possível grupo empresarial que estaria supostamente envolvido em fraudes licitatórias no órgão.

Na prática, o grupo empresarial se beneficiaria de esquema de falso Simples – modalidade que existe regras próprias para regime tributário diferenciado e simplificado.

Além disso, há suspeita de corrupção no ramo de pneus.

Em tempo

A (Comurg) , em outras ocasiões, já foi alvo de operações envolvendo fraude em processos licitatórios.

Há pouco menos de um ano, por exemplo, o MP denunciou 21 pessoas de uma suposta organização criminosa acusada de fraudar cestas básicas e de sacos de lixos.

A reportagem do Portal 6 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Goiânia, confira o pronunciamento a seguir:

O que diz a Prefeitura de Goiânia

A Prefeitura de Goiânia informa que está à disposição para colaborar com as investigações que culminaram na operação realizada na manhã desta terça-feira, dia 26, pelo Gaeco do Ministério Público de Goiás.

Ressalta que as informações iniciais apontam para suposto esquema ilícito, que teria acontecido em gestões anteriores. Há suspeitas de Ilegalidades praticadas por grupo econômico-familiar em vários estados. Informa que não existe investigação contra servidores públicos ou por crime de improbidade administrativa. Apenas foram coletados documentos para subsidiar a investigação contra um grupo empresarial.

O Executivo municipal se mantém à disposição da justiça para quaisquer esclarecimentos e fará acompanhamento do caso para a adoção de todas medidas cabíveis, caso sejam identificadas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.