Pastor é enfim enterrado após fies esperarem por ressurreição durante três dias

Religioso havia documentado que voltaria a viver. Declaração foi assinada por duas testemunhas, mas não foi oficializado em cartório

Pedro Ribeiro -
Fiéis e familiares do pastor Huber Carlos Rodrigues esperavam que previsão documentada em 2008 fosse cumprida (Foto: Reprodução/Facebook)

O enterro do pastor Huber Carlos Rodrigues movimentou a cidade de Goiatuba, Sul do estado, na madrugada desta terça-feira (26).

O corpo do líder religioso foi mantido na funerária por três dias, a pedido da esposa que esperava a ressurreição do marido.

A viúva não permitiu que o pastor fosse sepultado para cumprir suposta “revelação” do companheiro feita em 2008.

PublicidadePublicidade

Huber assinou um documento dizendo que, depois de morrer, seu corpo seria preservado.

“Meu corpo durante os três dias não terá mau cheiro e nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado minha carne e meu cérebro para passar por essa experiência”, diz o documento.

A declaração foi assinada por duas testemunhas, mas não foi oficializado em cartório.

O pastor morreu na sexta-feira (22) devido a complicações cardiorrespiratórias. Neste caso, a ressurreição estava ‘prevista’ para acontecer na segunda-feira (25). Para o enterro de Huber, uma multidão se formou na porta da funerária com cortejo até o cemitério.

Fiéis da igreja comandada pelo religioso gritavam para que o caixão fosse aberto. Seria a última prova de que ele não teria ressuscitado.

O documento assinado pelo pastor afirma que, durante os três dias, ele passaria por um “mistério de Deus”.

“Conforme me foi revelado pelo Espírito Santo de Deus, eu terei atendimento médico no qual será constatada a minha morte.

Mesmo após confirmado o óbito, me revela Espírito Santo que será expressamente proibido aos médicos ou qualquer pessoa tocar no meu cérebro ou no meu corpo físico.

Ou seja, não poderá ser tocado nos órgãos internos ou externos, não podendo, portando, passar por autópsia, cirurgias, ou qualquer tipo de medicação e muito menos a preparação do corpo pela funerária”, declarou o pastor no documento.

Fiéis e curiosos na porta da funerária (Foto: Reprodução/Destak Informativo)

Documento deixado pelo pastor Huber Carlos Rodrigues que prevê sua ressurreição (Foto: Reprodução)

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.