Polícia Civil investiga morte de bebê atropelado na garagem de casa pelo pai

Criança, que tinha 01 ano e três meses, sofreu traumatismo cranioencefálico

Karina Ribeiro -
Fachada Delegacia Civil de Senador Canedo. (Foto: Divulgação/PCGO)

A Polícia Civil (PC) já começou a investigar o caso do pai que atropelou a próprio bebê, de 1 ano e três meses, no sábado (06), em Senador Canedo – Região Metropolitana de Goiânia.

O delegado que está à frente do caso, Antônio André Santos Júnior, adiantou ao Portal 6 que tudo parece ter sido um acidente.

Entretanto, seguirá ouvindo testemunhas nos próximos dias afim de concluir o inquérito e encaminhá-lo para o poder Judiciário.

Segundo os relatos do pai à Polícia Militar (PM), ele estava estacionando o carro na garagem da residência, quando não percebeu que o bebê havia entrado na frente do veículo.

A criança sofreu traumatismo cranioencefálico e não resistiu.

O pai foi autuado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar e responde em liberdade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.