Homem perde o pênis e passa por cirurgia após ser picado por cobra venenosa em vaso sanitário

Foram necessárias diversas doses de antídoto para cessarem os efeitos do veneno e evitar o pior

Gabriella Licia -
cobra em vaso
(Foto: Ilustração)

Imagine viajar mais de 13 mil km e ter o passeio interrompido por uma picada de cobra altamente venenosa? Foi o que aconteceu com um turista holandês que, por pouco, não foi a óbito após o ataque.

O imigrante, que tem 47 anos, viajou até à África do Sul e precisou utilizar um banheiro, quando foi surpreendido com a presença de uma cobra, que o mordeu bem nos órgãos genitais.

Logo após o bote, o homem começou a vomitar e ter sensações de queimação, além de fortes dores na virilha, no abdômen e parte superior do tórax.

PublicidadePublicidade

Ele foi levado por um helicóptero, às pressas, para um hospital da região, onde foi identificado necrose escrotal, além de lesão renal aguda.

Os profissionais que estavam o atendendo recomendaram uma cirurgia de emergência para reconstrução dos órgãos da vítima, antes que o pior acontecer.

Foram necessárias diversas doses de antídoto para cessarem os efeitos do veneno no corpo do holandês.

Quanto à víbora, não foi possível identificá-la pois, logo após o ataque, ela desapareceu pela encanação do vaso sanitário.

No entanto, por ser tratar de um veneno altamente perigoso e por se tratar da região da África do Sul, a suspeita é que seja um Mamba Negra.

Essa espécie é capaz de matar um ser humano adulto com apenas duas gotas da toxina.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.