PublicidadePublicidade

Saiba como fazer o agendamento para cadastro no Auxílio Brasil

Intenção do Governo é atender até 17 milhões de pessoas até o final de dezembro

Anna Júlia Steckelberg -
como fazer o agendamento para cadastro no Auxílio Brasil
CadÚnico é obrigatório para cadastro do Auxílio Brasil. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Não é segredo para ninguém que o Bolsa Família será substituído pelo Auxilio Brasil. Inclusive, os pagamentos começaram no último dia 17 de novembro. No entanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas e hoje iremos te ajudar. Saiba como fazer o agendamento para cadastro no Auxílio Brasil!

Antes de tudo, nesta primeira parcela, serão beneficiados apenas quem já recebia o Bolsa Família, cerca de 14,6 milhões de famílias. Porém, o governo tem a intenção de atender até 17 milhões de pessoas até o final de dezembro. 

No geral, essa expansão da base de beneficiários depende justamente da inscrição no Cadastro Único, que só pode ser presencial. Por isso, muitas pessoas têm feito fila nos postos de atendimento para tentar entrar no programa, principalmente com o fim do Auxílio Emergencial. 

PublicidadePublicidade

Como fazer o agendamento para cadastro no Auxílio Brasil?

Primeiramente, além de atender aos requisitos do Auxílio Brasil, é preciso ter um cadastro em dia no CadÚnico, o que só é possível presencialmente. Porém, em algumas unidades, só é possível fazer a inscrição mediante agendamento. 

Com isso, a pessoa deve buscar uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou postos de atendimento para entender como prosseguir com o agendamento Auxílio Brasil. Ademais, também é possível buscar informações na Prefeitura, em caso de dúvida. 

Logo, após realizar o agendamento Auxílio Brasil, a pessoa passa por uma entrevista no CRAS para conhecer o perfil socioeconômico da família. Além de entender se ela enquadra-se nos requisitos do programa. No geral, isso pode levar cerca de 1 hora, então é necessário se planejar para não atrasar outros compromissos pessoais. 

Inclusive, para saber o CRAS mais próximo de você, entre no site Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania (MOPS)

Quais documentos levar?

Por fim, entre os documentos necessários para levar no agendamento para cadastro no Auxílio Brasil, você deve ter CPF ou o título de eleitor. Além disso, carteira de trabalho, comprovantes de endereço (de preferência a conta de luz) e da matrícula escolar na educação básica das crianças e jovens de até 21 anos incompletos não são obrigatórios, mas ajudam.

Também não é preciso que todos os membros da família compareçam no dia. Basicamente, a pessoa que for ao agendamento Auxílio Brasil torna-se a Responsável pela Unidade Familiar (RF) e deve levar apenas um documento dos demais integrantes da família (podendo ser: certidão de nascimento, CPF, RG, carteira de trabalho ou título de eleitor).

Ademais, caso falte algum documento, o cadastro deve obrigatoriamente ser finalizado pelo atendente. Mas, neste caso, a família fica impedida de receber benefícios, incluindo o Auxílio Brasil. Por isso, é necessário concluir a inscrição o quanto antes.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.