Polícia conclui que goiano foi morto e não “suicidado” após descobrir segredo do patrão

Laudos e exames periciais do Instituto de Criminalística foram cruciais para a resolução do caso, ocorrido na zona rural

Pedro Hara -
Investigação da Polícia Civil descartou hipótese de suicídio que autor tentou forjar. (Foto: Divulgação/PC)

A investigação da morte de um caseiro goiano que apareceu “suicidado” na zona rural do município de Nova Iguaçu, há 330 quilômetros de Goiânia chegou ao fim.

De acordo com a Polícia Civil (PC), o suspeito do crime é o patrão da vítima e a motivação teria sido a descoberta de um segredo por parte do trabalhador.

A confidência era de que o chefe teria se apropriado indevidamente de porcos de vizinho. Por conta da subtração, o vizinho teria registrado boletim de ocorrência por furto.

O homem de 37 anos teria cometido o homicídio e forjado o suicídio do funcionário posteriormente. A vítima foi encontrada na cama onde dormia alvejada com dois disparos de arma de fogo.

Agentes cumpriram mandados na propriedade do fazendeiro. (Foto: Divulgação/PC)

A elucidação do crime contou com a ajuda crucial dos laudos e exames periciais do Instituto de Criminalística que descartaram a hipótese de suicídio.

A PC cumpriu mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar contra o suposto autor nesta quinta-feira (09).

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.