Moradores de Anápolis em situação de rua terão um Natal especial com ceia servida na Avenida Brasil

"Um buffet, como se fosse uma noite de gala", sintetiza a ONG Irmãos Invisíveis, que há três anos realiza o ato de solidariedade

Pedro Hara -
Esta será a terceira edição da ceia da organização. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O Natal de cerca de 50 moradores de Anápolis em situação de rua será celebrado com um pouco mais de dignidade. A ONG Irmãos Invisíveis está preparando uma ceia para comemorar a data.

Entretanto, ainda faltam comprar e realizar o pagamento de alguns itens. Foi o que revelou ao Portal 6, o biomédico Daniel de Oliveira, fundador da organização que está arrecadando as doações.

“Nós ainda estamos aceitando doações através da chave PIX. A gente tem que pagar alguns itens como mesa e cadeiras, além de comprar mais alguns alimentos. Está preparado um buffet, como se fosse uma noite de gala“, disse. A chave para quem quiser ajudar é: (62) 9 9228-9599.

A festa será realizada na Avenida Brasil, principal via da cidade. Além da população que já é atendida regularmente, o projeto pretende receber outros moradores.

“Vai ser na Avenida Brasil, embaixo do viaduto que está localizado em frente ao antigo prédio Câmara Municipal. A gente espera atender 50 moradores, os que já estão acostumado com a gente e pretendemos buscar mais pessoas que porventura estejam afastadas”, revelou. 

Atuando há quase três anos, esta será a 3º edição da ceia. Entretanto, o atendimento a população de rua não se limita apenas durante as festividades.

“O nosso projeto o nome já diz é justamente o foco dos irmãos invisíveis que moram na rua. Esse projeto vai completar três anos em fevereiro. Um diferencial nosso é que nós atendemos morador de rua o ano todo e não apenas no Natal. Inclusive durante a pandemia nós oferecemos o banho solidário. A gente monta uma estrutura, ele escolhe a roupa que quer usar, o calçado e corta o cabelo”, contou. 

Além do banho solidário com doação de calçados e roupas, a organização oferece outras comodidades a população em situação de rua.

“Também temos uma podóloga que oferece tratamento para os pés, nós oferecemos tudo. Eles jantam em uma mesa, a gente dá sobremesa, suco e refrigerante, coberta. Como eles mesmo dizem o atendimento é vip”, narrou. 

Semanalmente, os Irmãos Invisíveis atuam as quartas e sextas-feiras. De acordo com Daniel de Oliveira, a atuação é limitada pois não existem roupas suficientes para serem doadas aos moradores atendidos pelo projeto.

A gente atende apenas na quarta e sexta por conta das roupas. Nós acolhemos cerca de 50 pessoas, e umas quatro e cinco são mulheres. E a gente que é homem usa as roupas até elas ficarem bem gastas, então demora mais para recebermos doações. Não faz sentido a gente levar o banho sem ter as roupas”, explicou. 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.