Após travar briga na Justiça, mãe goiana de bebê que nasceu com “meio coração” celebra a vida

Plano de saúde não quis realizar o custeio por conta do alto custo do tratamento

Pedro Hara -
Nascimento ocorreu após a mãe travar intensa luta na Justiça. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O ano de 2021 foi de muita luta para Gabriella Castro, mãe da pequena Elisa, de 10 meses. A moradora de Senador Canedo travou uma verdadeira briga na Justiça para que a filha pudesse nascer.

Ainda durante a gestação, foi descoberto que Elisa sofria da síndrome conhecida como “meio coração”. Contudo, por conta do alto custo do tratamento, cerca de R$ 700 mil, o plano de saúde não quis realizar o custeio.

Entretanto, após as vitórias e com a filha respondendo bem ao tratamento da enfermidade, a mãe, em entrevista a TV Anhanguera, contou como está sendo a vida da criança que já passou por duas cirurgias e realiza acompanhamento mensal para tratar da saúde.

“Ver ela assim hoje depois de tudo que passou, os médicos falando que poderia ter sequelas. Ela está vivendo perfeitamente, pra nós não tem gratidão maior”, celebrou Gabriella.

A força da filha ao vencer os desafios também foi exaltada pela mãe que agradeceu ao presente que é estar com a filha.

“A força, a felicidade dela, tudo. Estar com ela hoje é um presente depois de tudo que a gente passou”.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.