Está em estado grave a estudante que teve 70% do corpo queimado, em Goiânia

Caso ocorreu na quinta-feira (31) e foi motivado por bullying

Isabella Valverde -
Estudante foi atacada pela colega na fila do lanche. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Está em estado grave e respira com ajuda de aparelhos, a estudante de 17 anos que teve 70% do corpo queimado por uma colega de escola, em Goiânia.

De acordo com informações do Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), devido à gravidade dos ferimentos e do estado em que se encontra, a adolescente está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O crime ocorreu na noite da quinta-feira (31), quando na fila do lanche do Colégio Estadual do Setor Palmito, no Jardim Novo Mundo, a suspeita, de 19 anos, teria jogado álcool nas costas da colega que estava na frente e, em seguida, ateado fogo.

O Corpo de Bombeiros esteve no local para prestar os primeiros socorros a vítima e informou que a garota havia sofrido queimaduras de primeiro e segundo grau, a levando rapidamente para o hospital.

A Polícia Militar (PM) prendeu a suposta autora, que acabou confessando a autoria e informou que teria feito aquilo como vingança, porque a estudante teria feito bullying contra ela devido ao bronzeamento que tinha feito.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade