Trabalhadores podem resgatar até R$ 1.100 que esqueceram de sacar em 2019; veja como receber

Mais de 320 mil pessoas não retiraram o benefício, ficando disponíveis R$ 208 milhões

Augusto Araújo -
Você pode ter direito a três saques do PIS/Pasep; confira os requisitos para receber o benefício
PIS/Pasep é pago a trabalhadores da iniciativa pública e privada. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Uma novidade veio para trazer alívio para aqueles trabalhadores que esqueceram de sacar o abono salarial do PIS/Pasep referente ao ano-base 2019.

Isso porque, na última quinta-feira (31), foi liberado o resgate do dinheiro para aqueles que não fizeram o saque no período devido.

Conforme o calendário do Ministério do Trabalho e Previdência, esse público deveria ter sacado o abono entre julho de 2019 e junho de 2020.

Porém, foram mais de 320 mil trabalhadores não sacaram o benefício.

No total, foram R$ 208 milhões reativos ao abono salarial que ficaram parados.

Confira a seguir se você tem direito ao benefício e como retirá-lo de sua conta do PIS/PASEP.

Trabalhadores podem resgatar até R$ 1.100 que esqueceram de sacar em 2019; veja como receber

Em primeiro lugar, vale lembrar duas coisas.

Este lote para retirada não é o mesmo que vem sendo utilizado para realizar o pagamento do benefício relativo ao ano de 2020.

Segundo, esse montante “esquecido” do abono salarial não rem relação com os recursos esquecidos nos bancos, pelo sistema Valores a Receber do Banco Central (BC).

Quem tem direito ao benefício?

Tendo isso posto, tem direito ao abono salarial de 2019 quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada.

Além disso, o trabalhador deve ter exercido atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias naquele ano.

No entanto, é preciso que o cidadão já estivesse inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2019.

Os dados dele também devem ter sido atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do saque ficou entre R$ 92 a R$ 1.100, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base.

Vale lembrar que o PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado e é pago na Caixa Econômica Federal.

Já o Pasep é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil.

Como sacar?

Para fazer o saque do benefício, o trabalhador terá que fazer um pedido formal. Dessa forma, a solicitação pode ser feita das seguintes maneiras:

  • Presencialmente, portando um documento com foto em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho.
  • Pelo e-mail [email protected], colocando no lugar de “UF” a sigla do estado em que o trabalhador mora.

Caso a pessoa faça o pedido, o saque ficará disponível até o dia 29 de dezembro.

Se ela não pegar o abono nesse prazo, ela só poderá solicitar a partir do calendário do próximo ano.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.