Flexitarianismo: entenda o que é e porque ganha cada vez mais adeptos

Ana Teixeira Nutricionista -
(Foto: Reprodução)

O flexitarianismo é um termo que traduz um novo pensamento de consumo alimentar. O prefixo “flex” do flexitarianismo, vem de flexível por não possuir regras específicas e por esse motivo vem ganhando cada vez mais adeptos no mundo inteiro.

O estilo de vida flexitariano incentiva a redução do consumo de carne e produtos de origem animal. É diferente do vegetarianismo que elimina a carne e, às vezes, outros alimentos de origem animal da alimentação, e do veganismo que restringe completamente as carnes, ovos, laticínios, todos os produtos alimentares derivados de animais e também produtos que usam os animais para testes, como alguns cosméticos.

A opção pela redução do consumo de carne pode ter várias razões. Sustentabilidade, equilíbrio e saúde são alguns dos motivos, além disso, o flexitarianismo pode ser usado como forma de transição para o vegetarianismo ou veganismo.

Além do consumo esporádico de carnes, o estilo de vida flexitariano segue uma linha mais saudável, e pode prevenir o diabetes, doenças cardíacas e até reduzir os riscos de câncer. A perda de peso também pode acontecer com a adoção do flexitarianismo, isso porque esse padrão alimentar limita o consumo de alimentos processados e com alto teor calórico, e insere no lugar os alimentos in natura que são naturalmente mais baixos em calorias.

Do ponto de vista nutricional, sabe-se que é totalmente possível manter uma alimentação balanceada com a ingestão adequada de proteínas vegetais, principalmente de leguminosas. Outras substituições também são necessárias quando retiramos a proteína animal da alimentação, por isso, é importante o acompanhamento de um nutricionista.

Ana Teixeira é nutricionista, formada pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Especialista em Nutrição Funcional pelo Instituto VP e Nutrição Esportiva e Obesidade pela Universidade de São Paulo (USP). Tem consultório próprio em Anápolis e escreve todas as quartas-feiras no Portal6. Siga-a no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do site.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.