Goiânia é escolhida para sediar projeto piloto para pessoas com Transtorno do Espectro Autista

Projeto tem a pretensão de atender cerca de 200 crianças e adolescentes

Gabriella Pinheiro -
Acordo foi divulgado nesta quarta-feira (06) pela Prefeitura de Goiânia. (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Goiânia)

Goiânia foi uma das cidades escolhidas para sediar o Programa Teativo. O projeto piloto foi criado pelo Governo Federal e visa oferecer atividades físicas para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O anúncio foi feito nesta terça-feira (05) pela Prefeitura de Goiânia. De acordo com a Administração Municipal, a proposta tem como objetivo estimular a interação social por meio de atividades corporais de cada participante.

“Ação muito positiva, que vai colaborar com a melhoria do desempenho individual de cada beneficiário, bem como promover qualidade de vida para todo o núcleo familiar. Estamos entusiasmados com o projeto”, afirmou o prefeito Rogério Cruz (Republicanos).

O projeto será executado pela Secretaria Municipal dos Esportes, em parceria com a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania e Secretaria Nacional do Paradesporto.

A principio serão atendidas cerca de 200 crianças e adolescentes com idade entre 05 e 18 anos. A expectativa é de que sejam realizadas cerca de 400 consultas semanais.

Mesmo confirmada, a ação ainda está na fase de contratação de professores, compra de materiais permanentes e adequação do local onde a edificação será construída.

Segundo a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, para implantação do projeto na capital, será necessário um investimento de R$ 701.590,55.

O secretário municipal dos esportes, Álvaro Alexandre, afirmou que o projeto proporcionará um meio a mais de inclusão, interação e integração para os beneficiários.

“Hoje estamos lançando, em parceria com a União, um projeto para atender não só as pessoas com Transtorno do Espectro Autista, mas também uma forma de apoio às famílias que buscam a cada dia interação social maior para seus familiares”, disse.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.