Mendonça se defende após voto contra Daniel Silveira e fala em ‘separar o joio do trigo’

Ele escreveu que, como cristão e como jurista, fez o correto

Folhapress -
**Arqeuivo**BRASILIA, DF, BRASIL, 01-12-2021 André Mendonça (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O ministro André Mendonça, do STF (Supremo Tribunal Federal), usou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (21) para se defender das críticas que recebeu após votar contra o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) no julgamento realizado nesta quarta (20).

Ele escreveu que, como cristão e como jurista, fez o correto.

“Diante das várias manifestações sobre o meu voto ontem, sinto-me no dever de esclarecer que: [a] como cristão, não creio tenha sido chamado para endossar comportamentos que incitam atos de violência contra pessoas determinadas; e [b] como jurista, a avalizar graves ameaças físicas contra quem quer que seja. Há formas e formas de se fazerem as coisas”, disse na postagem.

“E é preciso se separar o joio do trigo, sob pena de o trigo pagar pelo joio. Mesmo podendo não ser compreendido, tenho convicção de que fiz o correto”, acrescentou.

O voto do ministro irritou bolsonaristas nas redes sociais. O magistrado foi indicado à corte pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com o predicado de ser “terrivelmente evangélico”, como foi classificado pelo próprio mandatário.

O STF condenou o deputado, por 10 votos a 1, por ataques feitos a integrantes do Supremo.

Mendonça votou para condenar o parlamentar, mas com pena menor do que os demais ministros: 2 anos e 4 meses, a serem cumpridos em regime inicialmente aberto.

O voto de Mendonça contrastou com o de outro nomeado pelo atual chefe do Executivo, Kassio Nunes Marques, que defendeu que a corte não deveria condenar Silveira.

“Quem diria que Kassio Nunes acertaria e André Mendonça erraria tanto”, disse a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP).

Carlos Jordy (PL-RJ) escreveu: “terrivelmente decepcionante!”. O deputado e pastor evangélico Marco Feliciano (PL-SP) seguiu a mesma linha. “Estou terrivelmente desapontado”.

O ex-senador Magno Malta disse que estava decepcionado com Mendonça e elogiou Kassio.

“Uma covardia o que 10 ministros do STF fizeram com Daniel Silveira. Consolidaram o crime de opinião, violando de vez a Constituição. Decepcionado sinto-me terrivelmente representado pelo voto do min. Kassio Nunes e terrivelmente decepcionado com o ‘terrivelmente’, escreveu no Twitter.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade