Mulher vai a júri popular por matar amante e esconder corpo em cama box

Crime teria acontecido após ela se desentender com o marido, com quem era casada há mais de 14 anos

Augusto Araújo -
Fórum Criminal Desembargador Fenelon Teodoro Reis, em Goiânia. (Foto: Captura / Google Maps).

Uma mulher de 40 anos está indo a júri popular, suspeita de ter cometido um crime macabro em Goiânia, no dia 31 de outubro de 2020, no setor Jardim Conquista.

Conforme consta nos autos do processo, a denunciada teve um desentendimento com o marido, com quem era casada há 14 anos.

O esposo dela foi para uma outra casa no mesmo lote, para poder passar a noite sozinho, enquanto a mulher saiu para se encontrar com o amante, com quem se relacionava há dois anos.

Assim, eles acabaram voltando para a casa da suspeita. Lá, ela teria matado a vítima, por motivos não esclarecidos.

Após o crime, a denunciada, com ajuda de outra pessoa, teria carregado o corpo da vítima até o quintal, e o colocou no interior de uma cama box, junto com outros objetos.

Em seguida, ela teria lavado o piso e a parede da casa, na tentativa de fazer desaparecer os vestígios de sangue.

Como as evidências coletadas pelo Laudo Pericial eram muito fortes contra a mulher, ela está presa preventivamente desde então.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade