Um mês após incêndio que destruiu Banana Shopping, empresa fica em silêncio e perícia segue inconclusa

Maior interessada em esclarecer o problema que gerou as chamas, administradora das salas de cinema também prefere não comentar o assunto

Pedro Hara -
Incêndio consumiu as salas de cinema. (Foto: Divulgação)

Passados pouco mais de um mês do incêndio que destruiu as salas de cinema da CineX, no antigo Banana Shopping, ainda não se sabe o que pode ter provocado as chamas.

Ao longo de duas semanas, o Portal 6 tentou em vão falar com responsáveis pelo centro comercial. A Elmo Engenharia, que é a administradora do prédio, é um exemplo de silêncio.

Por enquanto, as investigações estão paradas porque a Polícia Técnico-Científica ainda não tem um laudo conclusivo.

Empresa que deveria ser a mais interessada no esclarecimento do episódio, a CineX, locadora das salas, também não tem respostas para o que aconteceu naquele 04 de abril.

A distribuidora, pertencente à Neo Investimentos, também se esquiva de tecer qualquer comentário sobre a situação e cobrar providências.

A reportagem apurou, no entanto, que o proprietário vai esperar a reabertura do Banana Shopping para se manifestar.

Enquanto isso, os antigos frequentadores do local, se sentem órfãos e sem opções de entretenimento no Centro de Goiânia.

Quatro das cinco salas pegaram fogo e o Corpo de Bombeiros recomendou a interdição.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.