Cassação do prefeito de Silvânia parou a cidade e fez internautas torcerem para ele ‘voltar a ser médico’

Doutor Geraldo conseguiu provar ao longo dos trabalhos da CPP que teve assinaturas fraudadas nas autorizações de pagamentos à empresa de tapa-buracos, mas ainda assim os vereadores, de forma unânime, decidiram removê-lo do cargo

Danilo Boaventura -
Doutor Geraldo foi prefeito de Silvania pelo partido Progressista. (Foto: Rádio Rio Vermelho)

Transmitida simultaneamente por duas rádios locais e na internet, a sessão da Câmara Municipal de Silvânia que cassou o mandato do prefeito Doutor Geraldo, do Progressistas, parou a pequena cidade por longas 06h na segunda-feira (16).

Alguns detalhes sobre o caso chamam bastante atenção. O auditório usado pelos vereadores ficou lotado de populares e cerca de quase cinco mil pessoas assistiram ao enterro político pelo YouTube.

Os comentários dos internautas foram uma atração à parte. Além de fazerem piada com a situação, houve quem comemorou o fato do médico poder voltar ao consultório.

Doutor Geraldo conseguiu provar ao longo dos trabalhos da CPP que teve assinaturas fraudadas nas autorizações de pagamentos à empresa de tapa-buracos, mas ainda assim os vereadores, de forma unânime, decidiram removê-lo do cargo definitivamente por negligência.

Punição antecipada

O inferno astral do então chefe do Executivo do município começou com a Operação Apáte, comandada pela Polícia Civil, no início de fevereiro, quando ele e parte do secretariado foram alvos de mandados de busca e apreensão. Documentos apreendidos por agentes confirmaram uma fraude milionária no contrato de recuperação asfáltica.

Em menos de uma semana, Doutor Geraldo foi afastado e nunca mais retornou ao cargo.

No Instagram

O médico, porém, não deixou de se portar como prefeito e permanecer ativo nas redes sociais para comemorar envios de recursos e divulgar realizações do curto mandato dele à frente da cidade.

Vice assume

Estevão Colombo, que era o vice de Doutor Geraldo, assume o cargo em definitivo sem provocar grandes mudanças na correlação de forças local. Isso porque até do mesmo partido que o antecessor ele é.

Lembra dele?

A título de curiosidade, Silvânia, também foi o primeiro município em que o ex-prefeito de Anápolis Ernani de Paula, que igualmente foi cassado, começou a vida pública em Goiás.

Nota 10

Para o Cimehgo, que além de ter sido um dos primeiros institutos a anunciar o frio que chegará em Goiás, também tem alertado que as temperaturas próximas de zero devem castigar fortemente a população em situação de rua no estado.

Nota Zero

Para os times goianienses, que estão demitindo técnicos pela imprensa e aumentando o nível de estresse entre os jogadores.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade