Pastor suspeito de abusar de crianças é preso dentro de loja em Goiânia

Crimes aconteceram de 2017 a 2018 e aos pais das vítimas ele afirmava que as alegações eram falsas: “obra do demônio”

Da Redação -
Pastor é preso em Goiânia, suspeito de ter abusado sexualmente de três crianças em Itajá, município no extremo Sul de Goiás. (Foto: Divulgação/ PC-GO).

A Polícia Civil (PC) de Goiás cumpriu o mandado de prisão temporária de um pastor suspeito de ter abusado sexualmente de três crianças em Itajá, município no extremo Sul de Goiás.

Segundo a investigação, os crimes teriam ocorrido entre 2017 e 2018. Na época, o homem teria se aproveitado do cargo para  molestar e importunar as vítimas, que possuíam idades entre três e oito anos.

Devido ao prestígio e confiança depositada nele por ser pastor, os fiéis deixavam as crianças na residência do suspeito.

Assim que os adultos partiam, o homem chamava as crianças para assistirem televisão. Ainda na sala da casa, ele abusava sexualmente e colocava vídeos pornográficos para as vítimas assistirem.

Quando os pais questionavam o relato que os filhos contavam, o pastor ainda teria alegado que as acusações eram falsas, sendo “obra do demônio”, que influenciava os pensamentos dos pequenos.

Após esse caso, o investigado foi transferido pelo ministério religioso para outra cidade. Ele foi encontrado nesta quarta-feira (18) e detido em Goiânia, numa loja do setor Campinas, por policiais civis da capital.

A imagem do pastor está sendo divulgada pela Polícia Civil de modo a ajudar no surgimento de novas vítimas e testemunhas que façam seu reconhecimento, além de novas provas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.