Precisamos de mais creches em Anápolis para mães trabalharem e deixarem seus filhos aprendendo

Márcio Corrêa -
(Foto: Reprodução)

Nessas minhas andanças por Anápolis tenho conversado muito com mães de todos os perfis. Além das dificuldades que toda família passa, uma em especial tem me chamado muito a atenção e doído em mim como pai e ser humano.

Muitas querem trabalhar e buscam emprego, mas não têm onde deixar seus filhos. E não somente deixar, elas têm vontade de deixá-los em segurança. Quem consegue o emprego, deixa com um vizinho, com um parente ou até mesmo irmãos mais velhos.

A solução para esse problema é creche e, infelizmente, faltam recursos para criar a quantidade suficiente para colocarmos todas as crianças de zero a quatro anos em uma.

Onde estão recursos? Em Brasília, pois 70% de todos os impostos que pagamos vão para lá , porém a maioria dos serviços são realizados pelo estado e município . Precisamos trazer de volta parte do que pagamos para nossa cidade e assim fazer a diferença na vida das famílias.

Em média, cerca de R$ 1 milhão a R$ 1,5 milhão se constrói uma creche de padrão século 21. Aquela bem bonitinha, com salas bem equipadas, espaços pedagógicos, brinquedotecas e bom refeitório.

É disso que a gente precisa. Assim, mais mães vão trabalhar tranquilas enquanto seus filhos aprendem a ler, escrever e ter noções de cidadania.

Esse deve ser o nosso objetivo. Precisamos de vontade política, inteligência e comprometimento com a cidade e garantir a empregabilidade para as mães.

Márcio Corrêa é empresário e odontólogo. Preside o Diretório Municipal do MDB em Anápolis. Escreve todas as segundas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do Portal 6.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.