Com vacinação em baixa, Goiás notifica dois casos suspeitos de sarampo em crianças

Secretaria de Saúde avalia possíveis contaminações em Valparaíso e Trindade

Rafael Tomazeti -
Antes erradicado, sarampo tem casos suspeitos em Goiás. (Foto: Reprodução/SES Bahia)

Dois casos suspeitos de sarampo foram notificados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Goiás. De acordo com a pasta, tratam-se de duas crianças.

Uma delas tem 05 anos e é moradora de Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, e outra de Trindade, de 9 meses de idade.

As suspeitas surgem num contexto em que o índice de vacinação contra o sarampo está em níveis baixíssimos. Das 425 mil crianças que deveriam se imunizar no estado, apenas 24,16% já estiveram no posto de saúde.

O número fica muito aquém da meta de 95% preconizada pelo Ministério da Saúde. A vacina é recomendada para crianças de 6 meses a 5 anos de idade.

A SES alerta que, se houver casos suspeitos de sarampo, a notificação deve ser feita em até 24 horas. Também devem ser implementadas medidas de isolamento imediatamente.

Para a confirmação do caso, amostras sorológicas, secreção da nasofaringe e urina. Todo o material é enviado ao Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros.

As secretarias municipais também são orientadas a realizar busca ativa de outros casos suspeitos, além de um bloqueio vacinal dos contactantes em até 72 horas.

Dia D

Para elevar a cobertura vacinal, Goiás tem neste sábado (28) um Dia D de vacinação contra o sarampo. Ao todo, serão 1.860 trabalhadores de saúde nos 246 municípios. A campanha também abrange a influenza.

Em Anápolis, a imunização ocorre das 08h às 16h, em todas as unidades de saúde do município, incluindo os quatro distritos e o povoado de Branápolis.

No Bairro de Lourdes, a imunização será feita na estrutura do Vem e Faz, que acontece na praça do bairro a partir das 09h.

A vacinação contra o sarampo poderá ser feita em trabalhadores da saúde e crianças de 06 meses a menores de 05 anos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade