Grávida é agredida, chamada de “macaca” e ameaçada de ficar sem o bebê após o nascimento

Atitudes criminosas partiram do pai da criança, que tem 17 anos a mais do que ela

Da Redação -
DEAM de Anápolis. (Foto: Aglys Nadielle)

Uma jovem de 20 anos, que está grávida de 07 meses, foi agredida de forma verbal e física pelo companheiro, de 37 anos. A moça, que registrou a ocorrência nesta sexta-feira (24), afirmou que a briga começou quando o homem, com intuito de ofendê-la, a chamou de “macaca”.

A vítima relatou à Polícia Militar (PM) que o suposto agressor iniciou a discussão pela manhã, na residência em que viviam, no Dom Pedro, bairro da região Oeste de Anápolis. Após procurar a chave do local onde trabalha e não encontrar, ele teria começado as ofensas. A briga aconteceu na frente de duas crianças, filhos somente da garota.

A jovem afirmou também que o companheiro havia dado um tapa na perna dela, em tom de brincadeira, então ela devolveu a ação. Nesse momento, ele atingiu a moça com um soco no rosto, lesionando o olho direito.

O casal, que está junto há cerca de 01 ano, vivia uma relação conturbada, ela ainda foi ameaçada de ficar sem o bebê após o nascimento. Segundo a moça, o amásio faz uso de entorpecentes e álcool, além disso, ele sempre apresentou ser uma pessoa nervosa.

Após a agressão, o homem não foi visto novamente. A PM realizou um patrulhamento nas proximidades da residência, o procurou em um abrigo da cidade e também no local onde ele trabalha, mas não obteve sucesso.

A vítima está sendo acompanhada pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM). Além disso, foi registrado o pedido de medida protetiva de urgência, previsto pela Lei Maria da Penha.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade