Prefeitura de Goiânia tem duro recado para quem descarta lixo de maneira errada na capital

"Além de colocar a vida do nosso colaborador em risco, causam grande prejuízo para a Companhia", ressaltou supervisora de acidente de trabalho

Aglys Nadielle -
Objetos cortantes descartados incorretamente provocam cerca de 10 acidentes por mês com servidores da Comurg (Foto: Reprodução/Prefeitura de Goiânia)

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) registra, mensalmente, cerca de 10 acidentes com servidores ocasionados por objetos cortantes e perfurantes, descartados de forma incorreta.

Após diversos casos, o órgão decidiu fazer um apelo para que a população tenha mais consciência. Um exemplo, foi o que aconteceu na quarta-feira (29) com o coletor Reginaldo Sérgio Nunes,

O homem se acidentou ao apanhar uma sacola plástica com cacos de vidro soltos, cerca de duas horas depois de começar a rotina de trabalho.

Ele cortou o dedo indicador esquerdo, e precisou ser encaminhado a um hospital para levar pontos na ferida. “Já perfurei a mão três vezes com agulhas. Já tive cortes na perna, e em outros locais”, ressaltou o coletor.

Além dele, outro registro recente ocorreu com o colaborador Paulo Roberto, que se machucou com um caco de vidro e deve ficar afastado das atividades por três meses. O incidente gerou corte profundo, alcançando o tendão do dedo médio da mão direita.

Diante dessas situações, a supervisora do Registro de Comunicação de Acidentes de Trabalho, Valéria Oliveira, destacou algumas ações para evitar esse tipo de transtorno. Uma delas é embrulhar os pedaços de vidro em jornais, papelões, caixas de sapato ou de leite.

Segundo ela, também é importante isolar os objetos pontiagudos, como pregos, parafusos, lascas de madeira e palitos de espetinhos. Outra recomendação é identificar o tipo de material que está na embalagem, para que ele possa ser manuseado com o devido cuidado.

“São práticas simples que ajudam a evitar esses tipos de acidentes que, além de colocar a vida do nosso colaborador em risco, causam grande prejuízo para a Companhia, já que essa pessoa ficará afastada do serviço”, ressaltou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade