Bandas de Anápolis celebram Dia Mundial do Rock com apelo por espaço

Cidade é berço de vários grupos musicais do gênero, que clamam por maior reconhecimento

Isabella Valverde -
Banda UK Sessions. (Foto: Arquivo Pessoal)

O Dia Mundial do Rock é celebrado nesta quarta-feira (13) e diversas bandas anapolinas, inspiradas, prometem marcar a data.

Mesmo no estado conhecido como “berço do sertanejo”, os artistas não desanimam e provam que Goiás também tem espaço para um bom rock n’roll.

Mesmo que em menor grau, o gênero musical é sucesso e agita as noites em Anápolis, sobretudo nos pubs, bares e restaurantes.

O Portal 6 conversou com algumas bandas anapolinas que contaram um pouco a respeito da trajetória na cidade.

Banda Liebe 

Banda Liebe. (Foto: Arquivo Pessoal)

Fundada em 2009 com o intuito de trabalhar apenas com composições autorais, a Liebe conta com integrantes que têm uma longa história com a música, com passagens até mesmo internacionais.

Composto pela vocalista Verônica Campos, o guitarrista Marcelo Borges, o baixista Diego Moraes e o baterista André Dutra, o grupo musical decidiu após o período mais crítico da pandemia de Covid-19, expandir as músicas tocadas para fazer também alguns tributos.

Mesmo já consolidados na cidade, a banda relata que o cenário ainda é um pouco restrito para o gênero e por isso, um pouco complicado.

“Em Anápolis, o cenário para o rock é um pouco restrito. Falamos isso não em razão do público, mas com relação a locais de shows. Apenas algumas casas tocam o estilo e nem sempre comportam a apresentação de uma banda (com estrutura de palco e som), muitas preferindo o estilo “voz e violão””, afirmaram.

No entanto, mesmo com os desafios dos locais para se apresentarem, os artistas são sempre muito bem recebidos pelos goianos, quebrando o tabu de que em Goiás só tem sertanejo. “O público gosta do estilo “boa música”, não importando o gênero musical”, destacam.

RH Positivo 

Banda RH Positivo. (Foto: Arquivo Pessoal)

Com o rock já dentro dos integrantes, a banda RH Positivo foi criada 20 anos atrás e desde então, segue levando o melhor do gênero por onde passam.

Mesmo com o longo tempo de carreira, os integrantes relatam que o cenário fora de Anápolis é mais complicado e de difícil acesso.

Isso porque, fora da cidade, aqueles que se jogam no rock passam a serem vistos apenas como uma banda de interior e não possuem o talento reconhecido.

“Fora da cidade as bandas de Anápolis são vistas como bandas do interior do estado. Mesmo tendo muitas bandas excelentes aqui na nossa cidade, muitas vezes melhores do que muitas de Gyn e BSB, nós ainda somos vistos como bandas do interior”, lamentam.

Banda Monos

Banda Monos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Com o objetivo de cantar as músicas preferidas dos integrantes, a Banda Monos foi criada cerca de sete anos atrás pelo grupo de amigos que conta com o vocalista Prates, guitarrista Romulo Renato, baixista J.C, baterista Alex kbça e Fernando no teclado.

Para o grupo musical, a “terra do sertanejo” sempre contou com um espaço especial para o rock, permitindo assim que eles fossem facilmente aceitos.

Porém, a aceitação das composições autorais é um pouco mais delicada, já que o público costuma preferir cover, mas, isso não impede que eles encantem a todos com os hits próprios.

“A questão sobre as autorais é um pouco mais delicada, mas mesmo assim, entre um cover e outro , nós vamos mostrando nosso trabalho autoral e até agora, a receptividade tem sido incrível”, pontuam.

UK Sessions

Banda UK Sessions. (Foto: Arquivo Pessoal)

Outra banda que conta com o coração dos anapolinos fãs de pop rock é a UK Sessions, formada pelo vocalista Matheus Novaes com a intenção de trazer um novo estilo visto na Europa, para Anápolis. 

A banda surgiu com o ideal de trazer para o Brasil a atmosfera vibrante do movimento conhecido no Reino Unido como “Britpop”. A ideia do projeto nasceu após uma temporada que passei na Europa onde me apresentei cantando e tocando o repertório de bandas que marcaram a cena do rock britânico”, contou Matheus. 

Com a ideia em mente, os amigos Cristiano Lage, Cláudio Santillo, Erick Mont’alttino, Leandro Lage e Lucas Lanne, apaixonados pelo estilo do Reino Unido, abraçaram o projeto e começaram a banda em 2020. 

Acolhidos desde a formação pelos anapolinos, os músicos fazem uma verdadeira festa por onde passam levando o famoso repertório que vai de Pink Floyd, Beatles, passando por  Rolling Stones e Coldplay, até Franz Ferdinand e Harry Styles.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade