Com sede de governar Goiás pela 5ª vez, Marconi se torna pedra no sapato de Mendanha

Confirmação do tucano na disputa ao governo tira parte do "brio" do ex-prefeito de Aparecida

Yago Sales -
Ronaldo Caiado, Gustavo Mendanha e Marconi Perillo são pré-candidatos ao Governo de Goiás. (Foto: Arquivo/ Portal 6)

Antes de Gustavo Mendanha filiar-se ao Patriota, uma aliança entre o ex-prefeito de Aparecida e o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) era quase certa. Não fosse Jorcelino Braga, que bateu o pé, descartando qualquer união da sigla que comanda com o ex-aliado tucano.

Com isso, o PSDB goiano, que já não queria ser coadjuvante na disputa eleitoral, impulsionou numa expectativa o nome de Marconi. Ventilava o nome dele ao Senado, mas, no fim, ele aproveitaria de dados de pesquisas para se colocar à disposição.

Com essa narrativa, o tucano, que não teve pressa, anuncia no sábado o seu nome para ver se convence o eleitor goiano de que está preparado para governar Goiás pela 5ª vez.

Gustavo Mendanha, que deixou de ser alvo pontual de críticas de Caiado, fica de lado. Ronaldo Caiado, que organiza o seu grupo há mais de um ano antes das eleições, se preocupa com Marconi.

Afinal, o ex-governador detém um dos principais network políticos do Estado por ter ficado 20 anos no Governo, além de ter sido Senador da República.

FIEL MESMO

Em entrevista ao Portal 6, Roberto Naves fez o seguinte desafio: “traga para mim um: eu quero só um, um político goiano que já trouxe mais recursos para Goiás do que o ex-deputado e o ex-ministro Baldy, que eu deixo de apoiar ele. Não há, o investimento que Baldy trouxe para Goiás quando foi ministro das Cidades é algo que nunca foi visto, nem quando nós tínhamos um ministro da Economia [Henrique Meirelles]”.

PINGOS NOS IS 

Ainda na entrevista, Roberto dispara: “Quando Bolsonaro e Caiado eram paz e amor, eu era Bolsonaro e Caiado. Quando Caiado e Bolsonaro tiveram atrito, eu era Bolsonaro e Caiado. Quem teve atrito foram eles. Então, tenho convicção de que o Baldy vai estar com governador Caiado, mas se isso não acontecer o meu apoio é definido de uma única forma: o que é melhor para cidade de Anápolis?”.

A pergunta segue com um recado ao eleitorado anapolino: “Por isso já decidi por Bolsonaro presidente, Caiado governador e Baldy senador”.

ARRANJO POLÍTICO

Com Ciro Gomes na expectativa de crescer nas pesquisas à corrida eleitoral presidencial, o PDT goiano declarou apoio à reeleição do governador Ronaldo Caiado (UB).

O apoio ocorreu na recepção de Caiado na noite de quarta-feira (13), no diretório União Brasil, em Goiânia.

EFEITO SINTEGO

A presidente licenciada do Sintego e da Cut Goiás, Bia de Lima (PT), faz, nesta semana, um giro pelo interior goiano com visitas a lideranças, autoridades e apoiadores de vários municípios. Bia, que é pré-candidata a deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores, tem conversado com a população, ouvindo demandas e fechando apoios ao seu projeto para a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

ENTORNO QUE NADA

Em visita às cidades e distritos municipais que ficam na região metropolitana do Distrito Federal, Gustavo Mendanha (Patriota), sugere que a região se torne independente a ponto de deixar de ser chamada de “entorno”.

O pré-candidato visitou nesta quinta-feira (14) as cidades Água Fria, Mimoso, Padre Bernardo e também os distritos Trajanópolis, Taboquinha e Vendinha.

NOTA DEZ

Para Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDS) que implantou capacitação de jovens do Sistema Socioeducativo de Goiás, que vão cursar Mecânica de Motocicletas.

NOTA ZERO

Para os candidatos do concurso da Polícia Militar que, por ora – e investigado pelo Ministério Público -, podem ter colocado em xeque a confiança de certame ao utilizarem celulares para registro e compartilhamento do momento da prova.

Para ler todas as notas, clique aquiSiga a Rápidas no Twitter e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.