6 lugares escondidos em Goiás para se aventurar e esquecer os problemas

Cidades desconhecidas são tão bonitas quanto destinos mais badalados e merecem atenção especial

Pedro Hara Pedro Hara -
Cachoeira São Domingos tem 96 metros de altura. (Foto: Prefeitura de Piranhas)

Goiás é um estado conhecido pelas diversas opções turísticas. Algumas mais conhecidas, como Pirenópolis, Rio Quente e Chapada dos Veadeiros.

Porém, existem outras que são tão bonitas quanto, mas pouco exploradas pelos turistas, merecendo uma atenção especial.

Confira algumas opções para ficar de olho e visitar para quando quiser se aventurar e esquecer dos problemas.

1. Paraúna

Distante pouco mais de 100 km de Goiânia, Paraúna é uma cidade cercada de belezas naturais.

As cachoeiras são uma atração a parte, sendo um refúgio para os turistas mas as formações rochosas que rodeiam a cidade são outro ponto que merecem atenção.

A aventura em Paraúna está na Ponte de Pedra, uma formação natural de grutas e cavernas que foi criada pelas águas dos rios Ponte de Pedra e rio Corrente.

2. Vila Propício

A menos de 200 km de distância, a Vila Propício possui o segundo maior complexo de cavernas do Centro-Oeste, sendo mais de 50.

Uma das principais belezas naturais de Vila Propício é o belíssimo Lago Azul, que possui água límpida e cristalina, perfeita para banhos e mergulhos.

3. Mambaí

Próximo a divisa com a Bahia, Mambaí está no Noroeste goiano. Com pouco mais de sete mil habitantes, a cidade também abriga várias cachoeiras, mas também algumas das cavernas mais belas do estado.

A Gruta da Tarimba é uma das principais formações rochosas do complexo da cidade. O local abriga uma grande biodiversidade, sendo que existe um peixe que só é encontrado no local, o Ituglanis boticário.

4. Mineiros

No Sudoeste de Goiás, Mineiros possui mais de 120 cachoeiras catalogadas, além de uma grande variedade de fauna e flora, um prato cheio para quem curte um contato mais próximo da natureza.

Distante a mais de 400 km de Goiânia, a cidade abriga o Parque Nacional das Emas, com muitas trilhas, cachoeiras, cavernas e encontros com animais como antas e tamanduás.

5. Caçu

Localizada entre os rios Claro, Verdinho e Paranaíba, Caçu ainda é uma opção pouco explorada pelo turismo goiano. As imponentes quedas d’água Salto do Marianinho e Salto Enoch Franco, são opções que não podem passar em branco pelos turistas.

Ainda é possível andar de caiaque e fazer passeios de barco. Esportes aquáticos também podem ser praticados no Rio Claro. Para os apaixonados por caminhadas e trilhas de bicicleta, Caçu também possui várias opções.

6. Caiapônia

A pouco mais de 300 km de Goiânia, Caiapônia é um paraíso das cachoeiras, mas para quem gosta de curtir maiores emoções, as trilhas são um prato cheio para os turistas.

Apesar de não estarem catalogadas, dizem que são mais de 100 trilhas espalhadas por toda a extensão do município. Para se refrescar após um dia de aventuras, a Cachoeira São Domingos, com 96 metros de altura, é a principal atração da cidade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.