Filho desabafa após Justiça conceder habeas corpus a condenados pela morte de Valério Luiz

Decisão veio no dia em que o radialista, se estivesse vivo, completaria 60 anos de idade

Aglys Nadielle Aglys Nadielle -
Da esquerda para a direita: Urbano de Carvalho, Maurício Sampaio, Djalma da Silva e Ademá Figueredo. (Foto: Reprodução/TJGO)

O filho do radialista Valério Luiz fez um desabafo no Twitter após o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) conceder habeas corpus aos condenados por matar o pai. A decisão foi dada nesta terça-feira (13).

“Exatamente hoje, no mesmo dia em que o TJGO confirmou o Habeas Corpus que confere aos assassinos condenados o direito de recorrer em liberdade, meu pai completaria 60 anos”, lamentou Valério Luiz Filho na rede social.

Valério Luiz foi vítima de um assassinato a tiros no dia 05 de julho de 2012. O crime aconteceu no momento em que ele saía da rádio em que trabalhava.

O tribunal do júri, dez anos depois, condenou Maurício Sampaio, tido como mandante, Ademá Figueiredo, apontado como autor dos disparos, Urbano de Carvalho Malta, acusado de contratar o executor dos tiros e Marcus Vinicius Pereira Xavier, acusado de ajudar no planejamento do homicídio, foram condenados no dia 09 de novembro deste ano.

A pena de reclusão dada para cada um dos autores foi entre 14 e 16 anos. Poucos dias após a sentença, os citados foram todos colocados em liberdade. O habeas corpus concedido mantém a soltura e dá a eles o direito de responder livremente até o trânsito em julgado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.