Redução no preço dos combustíveis ainda não ocorreu em Anápolis

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Anunciada pela Petrobrás na semana passada, a redução do preço da gasolina e do diesel ainda não chegou aos postos de Anápolis.

Em Goiânia, como informou o presidente do Sindiposto de Goiás, José Batista, à reportagem do Portal 6, muitos postos já estão corrigindo os preços. Mas segundo ele “quem tem estoques mais caros espera receber produtos com preços mais baixos para fazer repasse [ao cliente]”.

Para garantir que os postos corrijam os preços após a reposição feita pelas transportadoras, o Procon Anápolis tem monitorado esses estabelecimentos e desde segunda-feira (17) o órgão realiza um levantamento para verificar o que mudou após o anúncio da Petrobrás.

“Caso tenha havido redução nos repasses da distribuidora para os postos e esses valores não tenham sido repassados ao consumidor, o posto é notificado, e tem prazo de dez dias para apresentar defesa, conforme o Código de Defesa do Consumidor”, explica Israel Souza Rodrigues, secretário Municipal de Direito do Consumidor.

Ganho geral

Engana-se quem pensa que a redução de preços dos combustíveis causa prejuízo. “Preços mais baixos atraem mais clientes”, lembra o presidente do Sindiposto.

Porém, para os postos que querem ganhar mais ainda postergando o reajuste dos preços mesmo após a troca de estoque, a Secretaria Municipal de Direito do Consumidor orienta ” denunciar pelo telefone 151 ou ir à sede do Procon para formalizar a denúncia”.

Números

A recente redução do preço da gasolina e do diesel anunciada pela Petrobrás ocorreu pela primeira vez desde 2009.

A estatal reduziu o preço do diesel em 2,7% e da gasolina em 3,2% na refinaria, o que seria equivalente a R$0,05 a menos no valor do litro.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...