Campanha tenta encontrar doador para bebê de Anápolis que está com leucemia

(Foto: Reprodução)

Uma campanha comovente está ganhando as redes sociais em Anápolis. Há um mês a pequena Rafaela, que ainda não tem nem um ano de vida, foi diagnosticada com Leucemia Mielomonocítica Aguda (LMA) e precisa de doação de medula óssea. Aflita, a família se mobilizou em busca de pessoas compatíveis e que estejam dispostas a realizar a doação.

Segundo o pai Rubens Rafael da Silva, de 29 anos, foi um choque quando a família descobriu a doença e toda a família e amigos engajados para divulgar a campanha até encontrar um doador. Ele, que é professor universitário, também recebeu o apoio dos alunos que estão em peso nas redes sociais promovendo a campanha #TodosPelaRafaela.

A hashtag visa principalmente chamar a atenção de interessados em participar da coleta de sangue nos dias 02 e 03 de dezembro, no Instituto Onco-Hematológico de Anápolis. A partir do material coletado, os biomédicos da instituição analisarão se haverá alguém compatível entre os que se apresentarem.

Coleta

Para fazer a doação é necessário estar saudável e ter entre 18 e 55 anos de idade e levar documentos pessoais e comprovante de endereço com CEP. Não é necessário estar em jejum, porém não pode haver a ingestão de bebidas alcoólicas e frituras. Qualquer tipo de sangue pode realizar a doação, pois para a doação de medula óssea, a tipagem sanguínea não é relevante.

Apenas 5ml de sangue serão coletados e posteriormente analisados e cruzados os dados genético para verificar quem é compatível com Rafaela. Independentemente dessa chance, o nome do doador ficará armazenado em um cadastro nacional, disponível para ajudar outros pacientes com leucemia.

A doação de medula óssea é feita através de punções e é coletada nos quadris. O procedimento não oferece nenhum risco e o tempo de recuperação é tão somente 15 dias.

Para mais informações sobre a campanha acesse a página no Facebook.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...