PublicidadePublicidade

Corretor escondia ‘brinquedão’ em caminhonete e não passou ileso pela PRF de Anápolis

Avatar Danilo Boaventura -
PublicidadePublicidade

O olhar atento de uma equipe policial rodoviária foi necessário para descobrir o que um homem mato-grossense trazia escondido dentro da caminhonete que dirigia. Após flagra, ele tentou se justificar mas as respostas acabaram o atrapalhando ainda mais.

É que o corretor de imóveis, de 33 anos, havia saído do estado em que mora, rumo à Brasília.

No entanto, quando passava pela BR-060, em um trecho de Anápolis, foi abordado por agentes da PRF, que questionaram o porquê de ter percorrido um trajeto tão longo.

PublicidadePublicidade

Em defesa, ele alegou que só estaria levando o veículo para um comprador na capital e que, por ser corretor, olharia algumas terras na região também.

Acontece que enquanto ele tentava se explicar, acabou se contradizendo, e levantando suspeitas entre os policiais.

Decidiram verificar o interior veículo e acabaram encontrando uma espingarda calibre 12.

Indagado, o homem afirmou não saber da presença da arma de fogo, e que estaria apenas transportando o veículo.

Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi autuado onde foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e caso seja condenado, poderá receber pena de até quatro anos de reclusão.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade