PublicidadePublicidade

“Não houve sequestro”, garante Polícia Militar sobre motorista da Uber

Gabriel foi deixado em um hospital durante a madrugada deste domingo (05) após horas de buscas

Da Redação -

Atualizado às 15h12 com correção do nome do hospital

Gabriel de Oliveira, de 21 anos, foi deixado na madrugada deste domingo (05) na Santa Casa de Misericórdia, no bairro Jundiaí, após ser procurado por quase 12h na cidade

Trabalhando como motorista da Uber, o carro dele havia sido encontrado abandonado durante a tarde de sábado (04) no Jardim Alvorada, região Leste de Anápolis.

As buscas, liderada pelo serviço de inteligência  do 4ºBPM, se estenderam pela madrugada.

“É uma situação familiar. Mas o que a Polícia Militar pode dizer oficialmente é que ele não foi sequestrado”, garantiu o tenente coronel Dakson, comandante do 4ºB em conversa com a reportagem do Portal 6.

A hipótese de sequestro havia sido aventada, até então, pelo fato de o veículo de Gabriel ter sido encontrado e ele não.

A reportagem não conseguiu contato com a família do jovem.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.