Detalhes da confusão que parou bairro em Anápolis na noite desta quinta-feira (21)

Criança de três anos disse que apanhou de ex-padrasto e o atual quis tirar satisfação

Da Redação -

Dois homens foram parar na Central de Flagrantes de Anápolis por volta das 23h da quinta-feira (21) após se envolverem em uma briga no Parque Residencial das Flores.

De acordo com o 28º BPM, o desentendimento começou depois uma menina de apenas três anos voltou da casa do ex-padrasto, identificado como Reginaldo de Jesus Silva, de 31 anos, e disse ao atual padrasto, o Alan Alves Conceição, de 27 anos, que havia apanhado.

Querendo tirar a situação a limpo, Alan se deslocou até a casa de Reginaldo e então começou a agredi-lo. A polícia fazia patrulhamento pelo bairro quando foi acionada por moradores que estavam presenciando toda a cena.

A mãe da criança, Chayane Ferreira Chaves, de 26 anos, tentava separar a briga no momento em que a viatura chegou e encerrou com a discussão.

Aos policiais, Alan contou que estava batendo no ex-padrasto justamente porque a criança disse ter apanhado e estava com um ferimento no braço

Já Reginaldo e Chayane, que têm uma outra filha juntos, disseram que o machucado tinha sido provocado por um queda enquanto ela brincava.

Na delegacia, Alan foi autuado por lesão corporal dolosa.

Agora, a Polícia Civil investigará se houve alguma agressão da parte do ex-padrasto contra a menina.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.