Escolas municipais de Anápolis passarão a ter videomonitoramento 24h

Até o final do mês, Observatório de Segurança já deverá ter instalado câmeras de segurança em, ao menos, três unidades

Rafaella Soares -

O Observatório de Segurança está desenvolvendo um projeto que vai implantar sistemas de videomonitoramento em todas as escolas da rede municipal de Anápolis.

A medida teve início na quarta-feira (11), quando servidores instalaram câmeras de segurança na Escola Municipal Pedro Ludovico Teixeira.

Ao Portal 6, o assessor especial do Observatório Glayson Reis contou que ainda neste mês está prevista a implantação dos equipamentos em, ao menos, duas ou três unidades.

“Cada escola vai adquirir o equipamento, através da Prefeitura, e o observatório vai implantar e fazer a vigilância. O problema agora é que a burocracia pode fazer com que demore um pouco, mas queremos que todas as escolas já estejam sendo monitoradas até o meio do semestre que vem”, explicou.

Câmera sendo instalada na Escola Municipal Pedro Ludovico Teixeira. (Foto: Divulgação)

Ainda segundo Glayson, essa é uma maneira de evitar ações criminosas e dar maior sensação de segurança para a população.

“Os números comprovam em todo o planeta que onde existe existe o sistema, acoplado a um projeto de segurança, há uma diminuição de criminalidade muito grande. Então nossa intenção é diminuir ainda mais a criminalidade da cidade e dar mais segurança à população”, afirmou.

Vizinhança solidária

De acordo com o assessor, o videomonitoramento nas escolas será uma espécie de piloto para um projeto que deverá abranger futuramente toda a cidade.

“O Vizinhança Solidária por enquanto funciona através de grupos no WhatsApp. Mas ele também funcionará através do monitoramento por câmeras, onde a comunidade vai se unir para ter os equipamentos e o Observatório dará assistência 24h. Neste caso, a pessoa pode ir trabalhar e ver tudo em tempo real em casa. Então se ela ver algo de estranho, pode acionar o Observatório que imediatamente saberemos o endereço para ir averiguar a situação”, detalhou.

Ainda não há previsão de quando a medida começará a ser implantada na cidade.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.