Dia da Consciência Negra quase ‘passou em branco’ em Anápolis

Discurso estranho de vereador e um simples stories no Instagram foram os 'destaques' do dia

Rafaella Soares -

Nesta terça-feira (20) é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra, que foi instituído no calendário brasileiro em 2003 em tributo à morte de Zumbi de Palmares, um dos principais nomes da resistência contra a escravidão.

Ao todo, mais de mil cidades do país comemoram com um feriado. Dentre elas grandes capitais, como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT) e até municípios goianos como Santo Antônio do Descoberto, Itajá e Flores de Goiás.

Em outros locais que não aderiram o feriado, como Goiânia, ainda podem ser encontradas programações com palestras, homenagens, exposições, apresentações teatrais, exposições de filmes e até oficinas de beleza e afro-empreendedorismo.

Em Anápolis, no entanto, pouco se falou sobre a Consciência Negra. Um caso isolado ocorreu na sessão ordinária da Câmara dos Vereadores, durante a manhã, quando o vereador Pastor Elias (PSDB), disse que fará uma moção de aplauso para homenagear “os nossos negros”. O discurso teve início em duas horas e dez minutos da transmissão.

“Inclusive aqui quero citar uma pessoa que admiro muito e que tem feito um trabalho lindo pela nossa cidade, que é o professor Roberto Alves Pereira. ele que é um homem de cor negra, mas é uma alma lavada”, acrescentou.

Antes de encerrar, o parlamentar ainda disse que sabe conviver com pessoas brancas e negras. Prova disso, segundo seu discurso, é que ‘pessoas morenas’ não são menos bonitas. “Devemos ensinar nossas crianças e adolescentes a amar também as pessoas de cor”, terminou.

https://youtu.be/TC2KSKzLTl4?t=7683

Nas redes sociais, autoridades da cidade, como o prefeito Roberto Naves e o secretário de Educação Alex Martins, não se manifestaram sobre o tema.

Dos quatro deputados eleitos por Anápolis nas últimas eleições, apenas Rubens Otoni (PT) repercutiu dados que se referem ao alto índice de violência sofrida pelos negros.

A Prefeitura de Anápolis também não divulgou nenhuma programação e se limitou a compartilhar uma foto e o registro de uma roda de conversa sobre o tema com alunos do Cidadão do Futuro nos stories do Instagram.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.