Portal 6

O que motociclista disse sobre a versão do homem que o agrediu em posto de Anápolis

Marcelo Breno após receber atendimento médico no HUANA .(Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

Já de alta, vítima se pronunciou após motorista ter prestado depoimento à Polícia Civil

O motociclista Marcelo Breno de Jesus Farid Abi Elias, de 33 anos, deixou o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis (HUANA) na tarde desta sexta-feira (04).

Ele teve de ser internado na unidade após ser agredido com uma barra de ferro no posto WK, da Avenida Brasil Norte, e ficar com um corte profundo na testa. Mesmo com a liberação médica, Marcelo terá de permanecer de repouso por pelo menos 30 dias.

Responsável pelas investigações do caso, a delegada Cynthia Christyane deverá agora intimar a vítima a comparecer no 1º DP de Anápolis para prestar depoimento.

O agressor, identificado como Vilmar Barros, já esteve na unidade e disse que parou no local apenas para pedir uma informação e teria sido insultado e agredido por Marcelo Breno. No impulso, teria pego uma barra de ferro que estava no carro e desferido os golpes.

No entanto, a vítima contradiz a versão, alegando que foi o motorista quem o xingou primeiro, iniciando toda a discussão.

“Eu gritei para o frentista que a vez era minha, que ele estava furando a fila. O frentista disse que ele só queria informação. Nisso, ele deu ré, foi até mim, perguntou o que eu estava resmungando, me xingou e aí eu retruquei”, contou ao G1.

A delegada não descarta um pedido de prisão preventiva contra o agressor e informou ao Portal 6 que a Polícia Civil ainda aguarda o resultado dos exames feitos por Marcelo no Instituto Médico Legal (IML) para atestar as gravidades das lesões.

Identificado homem que golpeou motociclista com barra de ferro em posto

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.