Portal 6

Temendo ser morta com a filha, mulher de Anápolis precisou pedir ajuda

(Foto: Reprodução)

Versão do suspeito é outra e caso será investigado pela Polícia Civil

Uma moradora do bairro Calixtolândia, na região Sudeste de Anápolis, de 32 anos, precisou solicitar ajuda da Polícia Militar (PM) nesta terça-feira (15), alegando ter tido a casa invadida pelo ex companheiro.

Aos agentes, conforme consta no Boletim de Ocorrência, ela contou que viveu com o homem, identificado como M. A. O., também de 32 anos, por aproximadamente cinco anos e se separou há três meses, pois ele era muito agressivo.

Mesmo possuindo uma medida protetiva, M. A. O. teria batido no portão da ex e mandado ela expulsar a filha de 12 anos da casa, pois queria ter relações sexuais. O pedido foi negado e, por isso, a vítima afirma ter sido ameaçada de morte.

A viatura da PM chegou poucos minutos depois de ser acionada e encontrou o homem saindo da casa.

Na delegacia, a vítima decidiu representar criminalmente contra ele e disse que teme pela própria vida e da filha. Isso porque, segundo a mulher, M. A. O. seria traficante e ela já foi presa portando drogas dele.

O suspeito, no entanto, negou a acusação do tráfico e disse se sustentar com a renda de uma mercearia própria. Ele também afirmou não ter ameaçado ou tentado se relacionar com a ex, mas que foi no local com a intenção de reatar o relacionamento.

O caso foi registrado como ameaça e será investigado pela Polícia Civil.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.