Portal 6

Trabalhadora de Anápolis vence o ex-patrão na Justiça e ele não aceita a decisão

“Eu tenho amigos na polícia que dão conta dela facinho”, teria ameaçado ele, inconformado

Com medo de ser assassinada pelo ex-patrão, uma jovem de 26 anos teve de procurar a Polícia Civil (PC) nesta sexta-feira (25) para pedir proteção.

Ela relatou em Boletim de Ocorrência (BO) que trabalhou por seis anos em uma empresa, localizada no Centro de Anápolis, e ajuizou uma reclamação trabalhista assim que deixou o local.

O proprietário foi condenado a pagar R$ 15 mil de indenização para ela, sendo que o valor deveria ser parcelado em dez vezes de R$ 1.500.

A primeira prestação, no entanto, venceu no último dia 22 de outubro e a ex-funcionária precisou ajuizar uma ação de cobrança para lembrá-lo da dívida.

O que ela não esperava era que o antigo patrão ligaria na quinta-feira (24) para o telefone da casa em que mora. Foi a mãe da jovem que atendeu e ouviu as palavras assustadoras do homem.

“Fala para ela desistir dessa ação contra mim, porque se não eu vou matar ela. Eu tenho amigos na polícia que dão conta dela facinho. Estou falando, se ela não desistir da ação, eu vou matar ela, eu mato mesmo [sic]”, teria dito ele.

Assustada, não restou a garota outra alternativa se não registrar a ameaça na Central de Flagrantes, pois realmente acredita que ele poderá fazer algum mal contra ela.

Quer comentar?

Comentários






Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.