Portal 6

Pelo o que fez com adolescentes, Lojas Americanas de Anápolis terá de pagar R$ 50 mil

(Foto: Reprodução)

Empresa ainda se justificou, mas juiz entendeu situação como humilhante e constrangedora

A Lojas Americanas foi condenada a indenizar em R$ 50 mil, por danos morais, duas adolescentes que foram colocadas injustamente como suspeitas de um furto em Anápolis. Cada uma deverá ficar com a quantia de R$ 25 mil.

Conforme a sentença do caso, enviada ao Portal 6 pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), no dia 08 de dezembro de 2015 as garotas foram abordadas por seguranças do estabelecimento e levadas para uma sala reservada.

No local, as menores, desacompanhadas da responsável, tiveram os objetos pessoais revistados e os guardas não encontraram com elas nenhum produto de furto.

Na ação, a Lojas Americanas afirmou que não possui sala para revista e que os dois funcionários não ficaram sozinhos com as garotas.

A empresa alegou ainda que os seguranças apenas pediram para que elas retornassem ao interior da loja para verificar uma acusação feita por um funcionário. Porém, a situação não teria acontecido na frente de outros clientes e a conduta não seria suficiente para a condenação.

Responsável pela decisão, o juiz Algomiro Carvalho Neto afirmou que as adolescentes, por terem sido acusadas por um colaborador, sofreram humilhação e constrangimento passíveis da indenização.

“A demandada violou a intimidade das demandantes ao proceder a busca pessoal de mercadorias supostamente não pagas na posse daquelas, situação que se assemelha a flagrante de ato infracional, este não evidenciado, expondo-as a situação vexatória.”

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.