PublicidadePublicidade

Saneago divulga fotos de incêndio em Anápolis e novamente solicita compreensão

Estatal também acusa a Enel de prejudicar os esforços que está empreendendo para garantir "o abastecimento regular" na cidade

Avatar Danilo Boaventura -
(Foto: Divulgação/ Saneago)

Comunicado enviado à imprensa neste sábado (03) pela Saneago informa que a maior parte dos bairros abastecidos pelo Sistema Piancó já teve a normalização do serviço.

Por enquanto, ainda há residências localizadas em regiões altas da cidade permanecem sem água e uma força tarefa com caminhões pipas foi montada como paliativo.

O problema, segundo a companhia, ocorreu devido a um incêndio na zona rural do município, em que o fogo queimou as fiações.

PublicidadePublicidade

“A Enel desligou a rede elétrica para recuperar um poste de alta-tensão. Também houve outros problemas operacionais da Enel, que prejudicaram o sistema de abastecimento de água”, disse a Saneago no texto.

“No decorrer da tarde de sexta-feira (02) e, especialmente durante à noite, os principais reservatórios do Sistema Piancó recuperaram o nível de reservação. Com isso, o abastecimento já está normalizado em grande parte da cidade. No entanto, as regiões mais altas podem sofrer intermitência no abastecimento, ao longo deste sábado (03)”, emenda.

A Saneago também acusa a Enel de prejudicar os esforços da estatal em executar o “planejamento e todos os trabalhos necessários” para garantir “o abastecimento regular em Anápolis, inclusive neste período de estiagem”.

“Nos últimos dias foram registrados apagões no Sudoeste do estado, bem como em outras regiões do País”, alfinetou a companhia de saneamento, que novamente pediu aos anapolinos “compreensão” e “consumo moderadode reservas nas caixas d´água”.

Estatal recorreu aos caminhões pipas para abastecer residências das regiões mais altas de Anápolis

(Foto: Divulgação)

Durante a tarde, executivos da Saneago deve estar em Anápolis para vistoriar a área afetada e conceder entrevista à imprensa.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade