PublicidadePublicidade

Final de semana movimentado em Anápolis resultou na prisão de nove motoristas em flagrante

Outros 24 foram abordados pela Polícia Civil, que alerta sobre os riscos que a mistura entre álcool e trânsito trazem

Da Redação Da Redação -

Entre festa clandestina em plena época de pandemia, homicídio e até mesmo o aparecimento de uma suposta “Carreta Furacão” em Anápolis, houve também no último final de semana mais uma edição da Operação Direção Consciente, promovida pela Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito (DICT).

Os números da ação foram divulgados nesta segunda-feira (07) pela Polícia Civil. Segundo o órgão, dos 33 motoristas abordados, nove precisam ser presos em flagrante por apresentarem mais que o limite de 0,05 mg de álcool no sangue.

Mais números

A PC aproveitou o mesmo balanço para repercutir os números do LENAD (Levantamento Nacional de Álcool e Drogas).

PublicidadePublicidade

Conforme o texto, cerca de 48% da população consome bebidas alcoólicas de forma nociva. Esse também seria o principal fator de desestruturação familiar e social.

“Além dos homicídios no trânsito, o álcool interfere diretamente em 55% dos crimes com arma de fogo, em 67% dos suicídios e em quase 80% das situações de violência doméstica. Em uma década, o consumo de álcool aumento 43% no país”, destaca o release.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade