PublicidadePublicidade

Policiais envolvidos em morte de militar da FAB em Anápolis estão presos

Da Redação Da Redação -

Já estão no Presídio Militar, em Goiânia, os três policiais da Companhia de Policiamento Especializado (CPE) que participaram da ocorrência que terminou com a morte do soldado da Ala 2, Guilherme Souza Costa, de 19 anos.

Eles tiveram o mandado de prisão temporária expedido na terça-feira (16) pela 1° Vara Criminal da Comarca de Anápolis e, antes de serem levados, precisaram realizar um exame de Corpo de Delito.

O caso aconteceu no último dia 04 de março, depois que Guilherme foi ferido com disparos de arma de fogo e não resistiu. Desde então, os militares estavam afastados das funções.

PublicidadePublicidade

Na ocasião, a CPE alegou que ele teria sido alvejado depois que tentou fugir de uma abordagem, dando início a uma perseguição pela Avenida Brasil Norte, no bairro Cidade Jardim.

Já os familiares do jovem sustentam que o rapaz correu porque estava sem habilitação, mas que teria sido atingido depois que estava rendido.

Ao Portal 6, o Major Fábio Costa, comandante da CPE, informou que os policiais ficaram distantes da situação para respeitar o luto dos parentes do soldado, mas que os advogados divulgarão em breve uma nota comentando os desdobramentos.

A reportagem também procurou o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), que afirmou que só irá se pronunciar sobre o assunto quando o inquérito for concluído.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade