PublicidadePublicidade

Captação múltipla de órgãos para transplantes em Anápolis vai ajudar a salvar muitas vidas

Moradores de três estados serão contemplados após família de homem que sofreu trauma autorizar a doação

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

A família de um homem, de 32 anos, que não resistiu após sofrer um trauma, autorizou a doação de um dos órgãos dele. A captação foi feita pelo Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HUANA) na última quarta-feira (24) e vai ajudar a salvar muitas vidas.

Dois moradores de São Paulo receberão os rins, dois de Goiás serão beneficiadas com as córneas e um do Paraná ficará com o fígado. O procedimento contou com a participação de 14 profissionais no centro cirúrgico, dentre médicos, médico residente, enfermeiros e instrumentadores.

Segundo o HUANA, antes da captação foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao antigo paciente e como forma de respeito ao gesto de doação dos órgãos, que vem sendo incentivado em campanhas realizadas pela unidade.

PublicidadePublicidade

(Foto: Divulgação)

Valdete Alves de Moura, enfermeira da Gerência de Transplantes do Estado de Goiás, destacou a importância de se tornar um doador. “É um ato que pode salvar vidas. É muito importante conversar com sua família sobre a intenção de ser doador”, destaca.

O HUANA é uma das três instituições de Goiás que sedia uma Organização de Procura de Órgãos no Estado (OPO), estabelecida de acordo com critérios do Ministério da Saúde. A OPO, por sua vez, atua de maneira cooperativa com a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Transplantes (CIHDOTT) – ambas são corresponsáveis pelo desempenho da rede de atenção à doação na sua área de atuação.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade