PublicidadePublicidade

A resposta direta de Rafa Kalimann para os críticos do programa dela

'Casa Kalimann' estreou no dia 28 de abril no Globoplay, sob direção-geral de Adriano Ricco

Folhapress Folhapress -
(Foto: Reprodução)

A ex-BBB Rafa Kalimann, 28, comentou as críticas que seu programa, o Casa Kalimann, vem sofrendo desde a estreia no Globoplay. A apresentadora falou sobre os comentários que vêm recebendo, e que chegam até a ser ofensivos.

“Porque as críticas não têm problema, desde que elas sejam com a intenção de ver uma melhora. Elas são bem-vindas, porque eu sei que tem muita coisa para acontecer, está só começando”, disse no stories de seu perfil no Instagram.

“O problema é quando elas vêm para tentar te desanimar e te fazer desistir, que é o que tem acontecido muito”, completou Kalimann. Na série de vídeos postados ela ainda exibe uma frase onde está escrito “Eu tenho FÉ”.

PublicidadePublicidade

“Não é que eu não estou me importando. É que quem me defende não dorme, e ele vê tudo o que acontece. […] Se eu tenho fé, eu tenho que aprender a confiar, né? Então, confio. Deixe o tempo mostrar”, falou a apresentadora.

O Casa Kalimann estreou no dia 28 de abril no Globoplay, sob direção-geral de Adriano Ricco. O primeiro episódio foi gravado com o humorista Rafael Portugal.

Como contou a apresentadora em entrevista ao F5, a proposta veio de surpresa, direto do diretor do BBB, José Bonifácio de Oliveira, o Boninho. Até então, Rafa fazia aulas de teatro, investia na interpretação, chegando a ser cotada para viver Juma, na regravação de “Pantanal”.

“Ele me pegou totalmente de surpresa”, afirma ela em conversa online com a imprensa. “Ele falou que a ideia era essa mesma, me pegar de surpresa para evitar que eu pesquisasse, fosse influenciada. E começou a nascer aí o Casa Kalimann.”

A ideia chegou a Rafa em dezembro e a fez mudar o foco de suas aulas de interpretação, seus exercícios com a fonoaudióloga. “Foi muito desafiador, mas ao mesmo tempo muito divertido. Era algo novo, um programa meu, com meu nome.”

De repente, Rafa, que fez carreira como influenciadora digital, começou a se preparar para estrear, não como atriz, mas como apresentadora. Estudou as trajetórias de nomes como Xuxa, Angélica, Ana Maria Braga, Tatá Werneck e Fátima Bernardes.

Segundo ela, todas foram referência para a “Rafa apresentadora”. “Até porque não tem nada mais lindo do que se inspirar em outras mulheres”, afirma. Tanto que Fátima Bernardes virou um sonho de entrevista para ela: “Ela é incrível, muito doce”.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade