PublicidadePublicidade

Doença incurável provoca o encerramento da dupla Irmãs Galvão, após 70 anos

Parceria formada em 1947, as Irmãs Galvão passaram a ser conhecidas por As Galvão em 2002

Folhapress Folhapress -
(Foto: Divulgação)

Mary Galvão, 81, que por 74 anos cantou ao lado da irmã Marilene, 79, disse que a dupla sertaneja As Galvão chegou ao fim. “Infelizmente, ela não lembra mais as letras, não lembra mais nada. É muito triste”, disse Mary anunciando, assim, que a parceria musical foi encerrada.

“Amo muito a minha irmã, muito, muito. Vou sempre visitá-la. Um amor muito grande, por tudo o que nós passamos juntas, sempre uma dando apoio para a outra. Esse amor não vai acabar, não”, disse em entrevista ao canal do YouTube de André Piunti.

Mary explicou que a irmã sofre do mal de Alzheimer, doença incurável e degenerativa que afeta memória, linguagem e outras funções cerebrais. “É um lado muito triste. A pessoa que está doente não sabe nada e nós sofremos por ela”, disse a cantora.

PublicidadePublicidade

“Ela está bem assessorada. O Alzheimer não tem cura, então temos que fazer o possível para que ela tenha um tempo maior de vida e isso depende de nós, porque eles não sentem nada, nós é que sentimos, nós que temos que procurar um meio de deixar a vida deles menos complicada”, esclareceu Mary.

“Imagine uma irmã, com quem cantei desde criança, de repente temos que dar um tempo e não tem mais jeito. Não é fácil, mas temos que tirar de letra. Sinto muita saudade da pessoa dela. Tudo é muito triste”, concluiu.

Parceria formada em 1947, as Irmãs Galvão passaram a ser conhecidas por As Galvão em 2002, por inspiração na numerologia. Vozes de sucessos como “Beijinho Doce” e “Coração Laçador” formaram a dupla sertaneja que permaneceu por maior tempo em atividade no Brasil.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade