PublicidadePublicidade

Retratos de Anápolis – Natalina Fernandes

Professor Marcos Professor Marcos -
(Foto: Arquivo Pessoal)

Considerada uma das grandes escritoras de Goiás, Natalina Fernandes nasceu em Pilar de Goiás, mas escolheu essa terra como morada. Em 1972, mudou-se para Anápolis, onde se fixou. Licenciou-se em Letras Modernas na Faculdade de Filosofia Bernardo Sayão, onde também fez pós-graduação lato sensu. Fundou e presidiu a União Literária Anapolina (ULA) e a Academia Anapolina de Letras (ANALE).

Além de “Migalhas de Amor” (crônicas), publicou também “A história do Teatro em Anápolis”, “Risos e Lágrimas”, “Vôo Sereno” (poemas); “Barbarela, Beija-Flor” (infantil) e organizou a Antologia “Anápolis Centenária”. É atriz e diretora de teatro, atuou e marcou época nós espetáculos da cidade na década de 1980. Lecionou português e inglês no ensino fundamental e médio por mais de 20 anos. Cursou mestrado em Gestão do Patrimônio Cultural na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Goiás, onde apresentou sua dissertação sobre a história do teatro anapolino. Dirigiu também a Biblioteca Municipal “Zeca Batista”.

Integrante da Academia Feminina de Letras de Goiás (AFLAG), Natalina é respeitada e lida para além das terras de Santana. Suas obras já foram referências para provas dos antigos vestibulares e suas coletâneas já atravessaram o oceano. Por essas e outras contribuições Natalina é um dos retratos da cidade.

PublicidadePublicidade

Marcos Carvalho é professor, psicólogo e servidor público federal. Atualmente vereador em Anápolis pelo Partido dos Trabalhadores. Escreve todas às terças-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade